quarta-feira, 31 de março de 2010

TERRA – CENTRO DO UNIVERSO

O universo sempre foi o que é hoje? Os mais antigos acreditavam, e muitos ainda
acreditam, que o universo foi criado por Deus tal qual é hoje. Segundo essa crença,
Terra é o centro do universo; mas a partir do século XVI tal concepção foi-se
desmoronando, com a afirmação de que o Sol era o centro. Hoje, "a Terra é uma pedrinha que orbita uma estrela pequena que fica na periferia de uma galáxia sem importância à deriva em um universo que se expande" (Folha de S.Paulo, 10/5/92).









POR VALDEMIR MOTA DE MENEZES

Não tenho dúvidas de que a Terra é o centro do Universo, ainda que não seja o centro físico do cosmo, pelo menos é o centro de um espetáculo para os anjos. Aqui se encontra milhões de formas de vida animal e vegetal. Aqui se encontra água em abundancia com criaturas que vivem submersos sobre elas (os peixes, crustáceos, plantas e etc.). Neste planeta Deus Javé colocou o ser humano, que possui elementos e caracteristicas que o toneam semelhante ao criador do universo. O homem natural talvés não intende o propósito da espécie humana e todos os demais seres vivos estarem aqui, neste pequeno grão de areia. Mas eu tenho certeza que aqui Deus esteve (e ainda se manifesta entre nós) e nos deixou um legado infinito de amostras da sua presença e do seu poder. Faz dois dias atrás que eu vi um árvore que dá o fruto de cidra, florindo pela primeira vez para dar os seus frutos. Ajoelhei-me, chorei e louvei a Deus por este sinal da sua presença na Terra. Aquela árvore eu havia plantado alguns anos atrás. Era somente uma semente de uma fruta que eu havia comido. Deus criou uma infinidade de criaturas e colocou em todas elas uma semente para que se reproduzissem cada um segundo a sua espécie e assim foi, e assim é. A teoria da Evolução, o Big Bang e outras maluquices teóricas é apenas um disfarce da mente ateísta para poder se auto afirma rem sua idéia absurda de que Deus não existe. Mas os telescópios poderosos que filma e fotografam o universo, cada vez mais provam que o planeta Terra é alvo de espetáculo impar, criado e dirigido pelo Criador. Em meio a tudo isso existe um sabotador. Mas nada apaga a glória de Deus vista na criação e na abundância de vida que existe neste planeta.


O texto acima sugere que o fato do planeta Terra não ser o centro do universo, esta totalmente inviabilizada a doutrina da criação do universo. ENGANO! A Bíblia não apresenta em lugar algum dos seus textos sagrados a informação de que o universo é GEOCÊNTRICO. Até acredito que a Terra é o centro de um plano divino, mas nem por isso seria necessário a Terra estar no centro do Universo.

Na carta aos Corintios Paulo deixa claro que Deus confunde os sábios em seus próprios raciocínios. O texto do Jornal Folha de São Paulo mostra uma conclusão de que Deus não criou o universo como ele é hoje o que também é uma especulação. A verdade é que não sabemos em que ponto Deus criou o universo, estaria o universo com a configuração que tem hoje, ou com aquelas que os cientistas “especulam” como o universo estava a milhões de anos atrás?




-----------------------------



Durante muito tempo o sistema de Ptolomeu se manteve aceito sem refutações. Somente no século XVI foram levantadas novas hipóteses sobre o Universo. O astrônomo polonês Nicolau Copérnico(1473-1543), em sua obra Sobre a revolução dos corpos celestes, publicada prudentemente no ano de sua morte, rompe com o passado propondo ser o Sol o centro do Universo. Os seis planetas então conhecidos, Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter e Saturno, nessa ordem, descreveriam órbitas circulares em torno do Sol.
Galileu Galilei 91564-1642) foi um ardente defensor das idéias copernicanas. A utilização de instrumentos ópticos de forma sistemática nas observações astronômicas lhe permitiu obter fortes evidências a favor do sistema planetário heliocêntrico de Copérnico.
Entretanto, coube a um jovem astrônomo alemão, contemporâneo de Galileu, Johames Kepler (1571-1630), estabelecer de forma definitiva como os planetas se movem em volta do Sol. Discípulo e assistente do astrônomo dinamarquês Tycho Brahe (1546 - 1601), Kepler herdou os registros das pacientes e precisas observações de seu mestre, que lhe permitiram após muito estudo e trabalho, enunciar as três leis que explicam o movimento planetário.
Fonte: http://educar.sc.usp.br/licenciatura/2000/gravitacao/introducao.htm

Um comentário:

  1. Magnífico...Maravilhosa adoração ao Deus vivo, nosso Deus. Aleluia!

    ResponderExcluir